Testes rápidos são exames de triagem feitos na hora

 

Testes Rápidos são testes feitos a partir de gotas de sangue, realizados por profissionais da saúde treinados com métodos e equipamentos que asseguram rapidez e informações importantes para sua saúde, que contam com supervisão médica especializada.

 

Fazendo os Testes Rápidos na Vacsim, Prevenção e Saúde, quem ganha é você!

  • Comodidade e Segurança 97%
  • Laudos e Resultados na hora 98%
  • Testes autorizados pela Anvisa 100%
  • Mais Rapidez e Agilidade 95%

Testes rápidos de rastreamento de Arboviroses, causadas pelos chamados arbovírus, são transmitidas pelo mosquisto Aedes aegypti e responsável pelas doenças como o Zika vírus, febre chikungunya, dengue e febre amarela. O exame é rápido e laudo fica pronto em poucos minutos. Os resultados devem ser supervisionados pelo seu médico.

TESTE RÁPIDO: FEBRE CHIKUNGUNYA IgM & IgG

 A Febre Chikungunya, é uma doença semelhante à Dengue e também causada pela picada do mosquito Aedes Aegypti infectado pelo vírus CHIKV. Essa febre já é considerada um problema de saúde pública. Com sintomas similares aos da dengue, ela afeta as articulações do corpo, causando inflamações com dores fortes, inchaço, vermelhidão e calor local nas áreas afetadas.A doença tem período de infecção que varia de dois a 12 dias. Os sintomas podem ser de uma virose leve, como dores no corpo, nas articulações, dores de cabeça, acompanhados ou não de erupções cutâneas, fadiga, náuseas e vômitos.

PREVENÇÃO

O controle do ciclo de vida e reprodução do mosquito Aedes aegypti é a única forma de prevenção. Algumas medidas importantes são: Evitar água limpa parada e manter as caixas d’água e cisternas sempre fechadas. Colocar areia nos pratos de vasos de plantas

As calhas de chuva devem estar sempre limpas. Colocar telas nas janelas, para impedir a entrada do mosquito. Não jogar lixo em local impróprio. Dentro de casa, manter as latas de lixo sempre fechadas. As piscinas devem ser limpas com frequência. O uso de repelentes, especialmente em viagens ou locais com grande concentração de mosquitos, também é uma medida preventiva.

RECOMENDAÇÃO PARA REALIZAÇÃO DO TESTE RÁPIDO:

Chikungunya IgM/IgG é um teste rápido imunocromatográfico para detecção e diferenciação simultânea dos anticorpos IgM e IgG em amostras humanas de soro, plasma ou sangue total – capilar da ponta do dedo. Sua utilização é para auxílio e triagem do diagnóstico de infecções pelo vírus Chikungunya.

A vantagem do Teste Rápido, nesses casos, é que o resultado fica pronto em 15 minutos, com precisão superior a 90%. Os exames laboratoriais tradicionais demandam dias ou mesmo semanas para confirmação da doença.

TESTE RÁPIDO: DENGUE IgM & IgG e ANTIGENOS VIRAIS NS1

Dengue é uma doença infecciosa transmitida pelo vírus da pelo Aedes aegpti, com prevalência em áreas tropicais e suptropicais do mundo, entre elas o Brasil. As epidemias acontecem geralmente no verão, durante ou logo após os períodos chuvosos. A palavra dengue tem origem espanhola e faz uma referência ao estado de prostração em que fica a pessoa contaminada. O dengue clássico começa de forma súbita, com febre alta, dor de cabeça, atrás dos olhos e nas costas. Podem aparecer, também, manchas vermelhas no corpo. A febre dura cerca de 5 dias e a melhora dos sintomas leva, em média 10 dias. Há casos de pacientes que têm hemorragias discretas na boca, urina e nariz. Alguns casos podem evoluir para a febre hemorrágica que é a forma mais grave da doença. Com sintomas inicialmente iguais, o quadro evolui após o 5º dia do ciclo para sangramento em vários órgãos e choque, podendo, inclusive, levar a morte. São 4 tipos de vírus que causam a Dengue Tipos 1,2,3 e 4. A diferença entre eles é que, quando uma pessoa é infectada por um, só terá a doença se for contaminado por outro, por até quatro vezes.

PREVENÇÃO

O controle do ciclo de vida e reprodução do mosquito Aedes aegypti é a única forma de prevenção. Algumas medidas importantes são: Evitar água limpa parada e manter as caixas d’água e cisternas sempre fechadas. Colocar areia nos pratos de vasos de plantas

As calhas de chuva devem estar sempre limpas. Colocar telas nas janelas, para impedir a entrada do mosquito. Não jogar lixo em local impróprio. Dentro de casa, manter as latas de lixo sempre fechadas. As piscinas devem ser limpas com frequência. O uso de repelentes, especialmente em viagens ou locais com grande concentração de mosquitos, também é uma medida preventiva. A medida preventiva mais recente no Brasil em adição a estas medidas citadas acima, é a vacina contra os 4 tipos de Dengue, a Dengvaxia, do Laboratório Sanofi, que em esquema de 3 doses com intervalo de 6 meses entre doses, está disponível para todos que quiserem se prevenir contra estas viroses na faixa etária de 09 a 45 anos e até 60 anos, com prescrição médica.

 

 

RECOMENDAÇÃO PARA REALIZAÇÃO DO TESTE RÁPIDO:

 

Dengue IgM/IgG e proteína viral NS1 é um teste rápido imunocromatográfico para detecção e diferenciação simultânea dos anticorpos IgM e IgG e presença de circulação de antígenos da proteína viral NS1 em amostras humanas de soro, plasma ou sangue total – capilar da ponta do dedo. Sua utilização é para auxílio e triagem do diagnóstico de infecções pelo vírus da Dengue.  A vantagem do Teste Rápido, nesses casos, é que o resultado fica pronto em 15 minutos e pode ser feito logo após o aparecimento dos primeiros sintomas, entre o primeiro e o quinto dia e identifica uma proteína presenta nos quatro tipos de vírus. O procedimento é feito por meio de exame de sangue, sem a necessidade de jejum ou outro tipo de preparo. O exame Dengue IgG pode ser feito a partir do sétimo dia do ciclo e detecta a presença do anticorpo produzido para proteção contra os quatro tipos de dengue. Se o resultado for positivo, indica que o paciente já teve contato com a doença. Como são quatro tipos de vírus, o paciente pode ter esse mal por quatro vezes. Teste Rápido Dengue IgM é indicado a partir do sétimo dia da doença, para pacientes que têm quadro de sintomas característicos da dengue. Se o resultado for positivo, conclui-se que a pessoa tem o mal, já que tem o anticorpo IgM presente na corrente sanguínea.

 

TESTE RÁPIDO: ZIKA VIRUS (ZKV) IgM & IgG

O Zika Vírus (ZKV) é transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti (mesmo transmissor da dengue e da Febre Chikungunya) e Aedes albopictus. O contágio pelo ZKV é por meio da picada do mosquito infectado. O prazo de incubação do vírus é de três a 12 dias. Cerca de 80% das pessoas afetadas não desenvolvem os sintomas. Nos outros casos, observa-se:

Febre baixa, dor nas articulações, mais frequentes nas regiões das mãos e pés, podendo apresentar inchaço, dores musculares, dor de cabeça, olhos vermelhos sem secreção, erupções cutâneas acompanhadas de coceira, nos rostos, tronco ou até nas mãos e pés. Os sintomas costumam ter duração de cerca de 2 a 7 dias. Em casos eventuais, as dores nas articulações podem persistir por volta de 1 mês.

Em 2016, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) passou a obrigar a realização de testes para a doença em gestantes, bebês filhos de mães com diagnóstico de infecção e nos recém-nascidos com malformação congênita que remeta ao vírus, no seu Rol de Procedimentos. Exames laboratoriais que identificam o Zika vírus encontram pequenas partículas desse vírus na corrente sanguínea da pessoa infectada, por isso só são eficazes enquanto ainda existem sintomas da doença, que duram entre cinco e 10 dias. Após esse período normalmente já não é possível saber se a pessoa teve a doença ou não, porque nem sempre são encontrados vestígios do vírus no sangue. São estes os teste moleculares, realizados em laboratórios de analises clínicas.

PREVENÇÃO

O controle do ciclo de vida e reprodução do mosquito Aedes aegypti é a única forma de prevenção. Algumas medidas importantes são:Evitar água limpa parada e manter as caixas d’água e cisternas sempre fechadas. Colocar areia nos pratos de vasos de plantas

As calhas de chuva devem estar sempre limpas. Colocar telas nas janelas, para impedir a entrada do mosquito. Não jogar lixo em local impróprio. Dentro de casa, manter as latas de lixo sempre fechadas. As piscinas devem ser limpas com frequência. O uso de repelentes, especialmente em viagens ou locais com grande concentração de mosquitos, também é uma medida preventiva.

RECOMENDAÇÃO PARA REALIZAÇÃO DO TESTE RÁPIDO:

Zika IgM/IgG é um teste rápido imunocromatográfico para detecção e diferenciação simultânea dos anticorpos IgM e IgG em amostras humanas de soro, plasma ou sangue total – capilar da ponta do dedo. Sua utilização é para auxílio e triagem do diagnóstico de infecções pelo vírus Zika.

 

Testes rápidos de rastreamento de doenças Infecciosas auxiliam no diagnóstico e tratamento de diversas doenças infecciosas, incluindo o HIV, malária, sífilis, gripe, pneumonia entre outros. O exame é rápido e laudo fica pronto em poucos minutos. Os resultados devem ser sempre supervisionados pelo seu médico.

TESTE RÁPIDO PARA HEPATITE  B – HBsAG

 

A Hepatite B é uma doença sexualmente transmissível (DST) que afeta o fígado. Pode ser transmitida por meio de relações sexuais desprotegidas, pelo uso compartilhado de agulhas e seringas para drogas injetáveis ou por meio de transfusões de sangue. Geralmente se comporta como uma doença aguda, mas em muitos casos pode levar a uma situação crônica que causa doenças como cirrose ou câncer hepático.

No Brasil, estima-se que 15% da população já foi contaminada e 1% é portadora crônica da doença.

Indicação

No Brasil, o exame HBsAG é procedimento obrigatório em todas as coletas de sangue realizadas, pois detecta o antígeno de superfície da doença, o que permite fazer a triagem e o diagnóstico de infecção aguda ou crônica.

Nos demais casos, os exames são solicitados para pacientes que têm sintomas de Hepatite, na sua fase aguda e para verificar se ela é provocada pelo vírus HBV (Hepatite B). Os sintomas são:

  • Febre
  • Fadiga
  • Perda do apetite
  • Náuseas, vômitos
  • Dor abdominal
  • Urina escura
  • Fezes claras
  • Icterícia
  • Dores articulares

A pesquisa do HBsAg é feita em triagens de categorias de risco de hepatite B. Nesse grupo estão:

  • Profissionais de saúde não vacinados para Hepatite B
  • Pessoas não vacinadas que estiveram em área endêmicas de hepatite B
  • Homens que praticam sexo com homens
  • Pessoas com enzimas hepáticas (AST e ALT) elevadas sem uma causa conhecida
  • Candidatos a tratamento imunossupressor
  • Mulheres grávidas não vacinadas
  • Pessoas em contato íntimo com indivíduos infectados
  • Pacientes infectados com HIV

O exame

Basta uma coleta de amostra de sangue no braço do paciente. Não é necessário fazer preparo para esse teste. O paciente deve informar o uso de qualquer medicamento e as mulheres, se estão grávidas.

Saiba mais

Mesmo sem sintomas, a Hepatite B pode causar lesão no fígado e ser transmitida para outras pessoas. Pessoas que foram expostas ao vírus devem ser examinadas.

O vírus da Hepatite D (HDV) causa infecção hepática apenas quando já existe a infecção por Hepatite B. Nesse caso, as duas doenças podem ser simultâneas ou sucessivas, com a Hepatite B antecipando a Hepatite D (superinfecção).

Por isso, a vacina para Hepatite B é a única prevenção para essas duas doenças.

 

TESTE RÁPIDO  – Hepatite C – Detecção de anticorpos

Hepatite C é uma doença causada pelo vírus da hepatite C que ataca o fígado levando a uma inflamação e se não for diagnosticada ou tratada atempo leva a cirrose, câncer hepático e até a morte.

Uma das maiores dificuldades e o diagnóstico da doença, já que costuma dar sintomas leves e que podem ser confundidos com uma gripe, sendo muitas vezes descobertas quando o indivíduo faz exames preventivos ou periódicos.

Como muitas pessoas não sabem que estão contaminadas acabam não buscando o tratamento, a doença evolui e os sintomas pioram, até chegar a doença avançada do fígado, o que geralmente acontece depois de décadas. 

Indicação

A pesquisa de HCV é recomendada para:

  • Usuários de drogas injetáveis
  • Pessoas que receberam transfusões ou transplantes de órgãos antes de 1992
  • Pessoas que receberam concentrados de fatores da coagulação antes de 1987
  • Pessoas submetidas alguma vez a hemodiálise prolongada
  • Filhos de mães positivas para HCV
  • Pessoas que sofreram acidentes com agulhas ou outros instrumentos contaminados com sangue positivo para HCV
  • Pessoas com evidências de doença hepática

O exame

Os anticorpos anti-HCV só são detectáveis algumas semanas após o contágio e permanecem nos estágios mais avançados da doença, por meio do exame de sangue.

A pesquisa de anticorpos anti-HCV é realizada em todas as doações de sangue, a partir de 1992. Todo sangue com resultado positivo é rejeitado. Assim, o risco atual de infecção pelo HCV por meio da transfusão de sangue não passa de um caso em dois milhões de unidades transfundidas.

HIV – ½ E TIPO 0 ANTICORPOS – 2 MÉTODOS

Causada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), a Aids é uma doença sexualmente transmissível (DST) que provoca a redução das células de defesa do organismo, com maior ênfase para a os linfócitos T CD4. Com isso, o corpo fica incapaz de se defender das mais diversas infecções.

A Aids é transmitida por meio de relações sexuais desprotegidas – oral, vaginal e anal – sem o uso de preservativos. No início, o risco de contaminação em transfusões de sangue era maior. Atualmente, com as medidas de controle desse produto, os casos são raros.

Pessoas que compartilham seringas para o uso de drogas endovenosas também estão no grupo de risco para a infecção. Há, ainda, a transmissão vertical, quando a mãe, contaminada pelo HIV, transmite a doença para o feto durante a gestação, no parto ou durante o período de amamentação.

Indicação

Algumas organizações recomendam a triagem para HIV em todas as pessoas com mais de 13 anos de idade. O exame é imprescindível para os grupos de risco ou queesetá mais exposto ao HIV, com ênfase para os seguintes casos:

  • Pessoas que tiveram três ou mais parceiros sexuais nos últimos 12 meses.
  • Pessoas que receberam transfusões de sangue antes de 1985, ou que tiveram parceiros sexuais que receberam transfusões de sangue e ficaram positivas para HIV.
  • Pessoas que não estão seguras sobre comportamentos de risco de seus parceiros sexuais.
  • Homens que fizeram sexo com outros homens.
  • Usuários de drogas injetáveis ou ate mesmo por via nasal, em especial quando compartilham agulhas ou outros equipamentos.
  • Pessoas com doenças sexualmente transmissíveis (DST)
  • Profissionais de saúde expostos a contato direto com sangue.
  • Mulheres grávidas. Há tratamentos novos que reduzem muito o risco de transmissão do HIV da mãe para o bebê.
  • Mulheres que querem garantir que não estejam infectadas com o HIV antes de engravidar.

O exame

Há diversos exames rápidos disponíveis, que fornecem resultados rápidos e confiáveis. Entretanto, em caso positivo ou duvidoso exige-se a confirmação para que seja feito o diagnóstico definitivo.

O Teste Rápido para detectar anticorpos anti-HIV é um método seguro e eficaz, usado para a triagem e diagnóstico da infecção pelo vírus HIV, com resultado em 20 minutos.

Os anticorpos anti-HIV são detectados por meio do exame de sangue. Existem vários métodos de detecção do anticorpo anti-HIV entre eles podemos citar os métodos ELISA E Western Blot.

Para gestantes e crianças com menos de 18 anos, o procedimento é diferente porque considera a maior probabilidade de resultados falsos positivos que podem ocorrer nestas fases da vida e o potencial benefício do tratamento. A maior diferença é a inclusão de um teste molecular, que identifica diretamente o RNA do vírus, ao invés dos anticorpos produzidos por ele.

 

TESTE RÁPIDO – SÍFILIS – ANTI – TREPONEMA PALLIDUM

Causada pela bactéria Treponema pallidum, a Sífilis é uma doença sexualmente transmissível (DST) e bastante perigosa. Pode ser tratada e curada com o uso da penicilina, o primeiro antibiótico criado pelo homem.

A doença tem três estágios. São eles:

Sífilis primária: um mês após o contágio, o primeiro sintoma da doença – lesão genital sem secreções, indolor e com borda endurecida na região da cabeça do pênis ou nos lábios vaginais – aparece.

Sífilis secundária: a bactéria continua se reproduzindo no organismo e, quando atinge outros órgãos, provoca feridas e manchas na pele por todo o corpo. Essas úlceras não coçam mas pode haver ínguas no corpo.

Sífilis terciária: nesse estágio, a doença pode atingir o sistema nervoso e causar problemas neurológicos e até a morte do paciente.

Sífilis latente: fase assintomática da doença que pode evoluir para as formas secundária ou terciária, dependendo do tempo da infecção. 

Indicação

  • Pessoas que têm sintomas de sífilis, como feridas genitais ou na garganta
  • Pacientes que estão em tratamento para outro tipo de DST
  • Grávidas, como parte dos exames pré-natais
  • Pessoas que estão no grupo de atividade sexual de risco
  • Pessoas infectadas com o vírus HIV
  • Quem tem um ou mais parceiros(as) com diagnóstico positivo para sífilis.
  • Quem não se encaixa nas condições acima também pode fazer o exame, para triagem.

O exame

O teste rápido para o diagnóstico de Sífilis  é um exame de sangue comum feito através de uma coleta de ponta de dedo  O teste indica a presença de anticorpos que o organismo produz para combater a bactéria Treponema palidum, que causa a doença.

Quando presentes dizemos que o teste e positivo e dependendo do quadro clinico devemos iniciar o tratamento.

Saiba mais

Até que a bactéria seja totalmente eliminada, é preciso evitar relações sexuais. Isso pode levar cerca de 15 dias após o início do tratamento.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 25% das gestantes infectadas

por sífilis transmite a doença para seus bebês.

A sífilis congênita também pode causar aborto ou sequelas nas crianças vivas como cegueira, surdez, pneumonia ao nascer, deficiência mental, problemas ósseos e má formação do feto.

Pessoas que foram infectadas por sífilis carregam os anticorpos por toda a vida. Mesmo aquelas que já estão curadas irão apresentar resultados positivos nesse exame.

 

Uma doença metabólica ocorre quando os processos metabólicos normais do corpo são alterados por reações químicas anormais

COLESTEROL

O exame de colesterol é feito para avaliar o risco de desenvolvimento de doenças cardíacas. Usado para prevenção ou para monitorar pacientes que já têm colesterol alto, esse teste é integrante obrigatório do check-up anual, juntamente com o colesterol HDL, colesterol LDL e triglicerídeos (perfil lipídico).

Indicações

O exame de colesterol deve ser feito pelos adultos e pelo menos duas vezes por ano  em casos de hipercolesterolemia, para acompanhar a eficácia do tratamento. Esse teste também deve ser feito em crianças e adolescentes com fatores de risco.

O exame

Para medir o colesterol, basta uma amostra de sangue de uma veia do braço ou de punção digital obtendo uma gotinha de sangue.

teste de glicose para diabeticos na hora GLICEMIA CAPILAR – GLICOSE

Também conhecido como “teste da gotinha” ou “ponta de dedo”, o teste de glicemia capilar é um importante aliado para o tratamento e controle da diabetes. Realizado em casa, com maior frequência que os exames laboratoriais tradicionais, esse procedimento permite acompanhar os níveis e glicemia no sangue durante o dia e verificar se houve variações e quais as situações que levaram a essas alterações.

Através da anotação sistemática e organizada dos resultados obtidos em cada teste, é possível avaliar a eficiência da dieta, da medicação oral e, também, da administração da insulina ou modificar o tratamento.

Indicação

Exame

Os pacientes que fazem este Teste Rápido geralmente possuem aparelhos próprios, de uso individual, para a coleta do sangue por meio de um furo no dedo e leitura do resultado. São chamados glicosímetros.

Valores recomendados pela Associação Americana de Diabetes (ADA)

  • Glicemia em jejum: 70 a 99 mg/dL
  • Glicemia pós-prandial até 2 horas após alimentação: 70 a 140 mg/dL

O paciente que usa a bomba de infusão contínua de insulina deve fazer essa medição várias vezes ao dia para a correta administração da dose, em relação à quantidade de carboidratos de cada refeição.

O portador de diabetes tipo 1 ou 2 que usa insulina deve fazer o teste em jejum, antes da alimentação, antes e após o exercício físico e quando há suspeita de hipoglicemia ou hiperglicemia. Esse procedimento também é recomendado quando há doenças intercorrentes como infecções, vômitos e diarreia e também para ajustar as doses de insulina.

O paciente que é orientado a realizar suplementação de insulina R (ação rápida) ou UR (ação Ultrarrápida) deve fazer os testes antes de cada refeição.

Já o portador de diabetes tipo 2 que faz uso de hipoglicemiantes orais, além de insulina noturna, deve fazer a glicemia de jejum e antes do jantar. É recomendado, ainda, fazer a glicemia após o almoço e o jantar, ao menos um dia por semana, para verificar a absorção dos nutrientes e se há necessidade de um controle mais rigoroso da dieta.

Os resultados devem ser anotados de forma organizada. Dia, hora e ocorrências como complementação de insulina, sintomas de hipoglicemia, redução ou excessos alimentares, presença de infecção, quadros de vômitos e diarreia, atividade física não programada e uso de outros medicamentos devem acompanhar as anotações, para auxiliar o médico no controle glicêmico do paciente.

Teste de Hemoglobina Glicada na hora em bhHEMOGLOBINA GLICADA

Hemoglobina (Hb) é uma proteína presenta nas hemácias (glóbulos vermelhos) do sangue. A função da hemoglobina é transportar oxigênio no sistema circulatório. A Hemoglobina Glicada (HbA1c) é a fração da hemoglobina que se liga à glicose. Quando as taxas de glicose estão altas ou sofrem aumentos ocasionais, há a necessidade de aumentar os níveis de hemoglobina glicada.

 

Indicação 

O Exame de Hemoglobina Glicada mostra a concentração média de glicose no sangue durante um período de dois a quatro meses, em média. Dessa forma, quanto maior o índice de glicose ligada à hemoglobina, maior a quantidade de açúcar no sangue. Este exame e um excelente método para o monitoramento dos níveis de glicemia no sangue durante um período de tempo e muito útil para diagnostico de Diabetes Mellitus.

O exame de Hemoglobina Glicada

Não é necessário fazer preparo para fazer esse exame. Basta colher uma amostra de sangue, por meio de uma punção venosa, para mais exames, ou por uma gota obtida por lanceta de perfuração de um dedo.O teste é realizado através do equipamento LUMIRATEK C,  que utiliza o método de  imunocromatografia quantitativa e com uma gotinha de sangue e em 10 minutos o resultado é apresentado em percentual seguindo as referências  e entregue um resultado em forma eletrônica ou impressa, para posterior avaliação médica.

teste rapido de farmácia lipidio

TESTE RÁPIDO DO PERFIL LIPÍDICO

O Perfil Lipídico é um conjunto de exames que inclui colesterol total, colesterol HDL (chamado de colesterol bom), o colesterol LDL (chamado de colesterol ruim) e triglicerídeos.  Em uma versão ampliada, esse exame pode avaliar, também o Colesterol VLDL e o Colesterol não-HDL.

Indicações

O Perfil Lipídico é um conjunto de exames pedidos com frequência para avaliar o risco de doença cardíaca coronariana, como infarto do miocárdio e de acidente vascular cerebral (AVC) causado por bloqueio de vasos sanguíneos ou aterosclerose.

O exame

Para fazer esse exame, pela metodologia de testes rápidos não requer preparo ou jejum, por se tratar de um teste de triagem.

Saiba mais

Com base nos resultados obtidos e de outros fatores de risco, o médico define as opções de tratamento mais adequadas para o paciente e, ainda, o uso de medicamentos para diminuir os lipídios, como estatinas. Para adultos saudáveis, esse exame é pedido a cada cinco anos. Nesse caso, a medição do colesterol é suficiente. No entanto, se houver alteração, o Perfil Lipídico deve ser feito.Se o paciente tiver fatores de risco ou apresentar um resultado de colesterol alterado, o teste de Perfil Lipídico deve ser feito com maior frequência, para definir e avaliar o tratamento mais adequado. Geralmente, esses exames não são indicados para crianças e adolescentes. No entanto, em caso de risco aumentado para o desenvolvimento de doença cardíaca ou problemas como diabetes, hipertensão ou obesidade na vida adulta, essa indicação é importante, entre dois e 10 anos de idade, segundo a American Academy of Pediatrics  (EUA).

Fatores de risco

  • Fumo
  • Idade (homens com 45 anos de idade ou mais e mulheres com 55 anos de idade ou mais)
  • Colesterol HDL baixo (menos de 40 mg/dL)
  • Hipertensão arterial (pressão arterial 140/90 ou mais ou pessoa que usa medicamentos anti-hipertensivos)
  • História familiar de doença cardíaca prematura (doença cardíaca em parente do primeiro grau, homem com menos de 55 anos de idade ou mulher com menos de 65 anos de idade)
  • Diabetes

medicao de pressao arterial em BH

PRESSÃO ARTERIAL – AFERIÇÃO DE PRESSÃO ARTERIAL

Considerada uma das doenças mais comuns, a hipertensão arterial acomete cerca de 20% da população adulta e mais de 50% dos idosos no Brasil. Chamado de “assassino silencioso”, por não apresentar sintomas na maioria dos casos, esse problema é fator de risco para diversas doenças cardiovasculares.

O controle da pressão arterial é um teste rápido e seguro para a prevenção e controle dessa doença. Embora seja um procedimento simples, a medição da pressão arterial deve ser feita da forma correta para não gerar interpretações erradas.

Recomendações

O paciente deve abster-se de esforço físico, fumo ou de ingerir cafeína durante os 30 minutos que precedem a medição;

– O paciente deve estar assentado e calmo por, pelo menos, cinco minutos, antes da aferição;

Pressão arterial elevada é um dos mais importantes fatores de risco para o surgimento de doenças cardíacas, renais e neurológicas. Seu controle é fácil sendo recomendado para todos acima de 30 anos. O resultado são dois números, sendo o primeiro número, ou o de maior valor, é chamado de sistólico, e corresponde à pressão da artéria no momento em que o sangue foi bombeado pelo coração e o segundo número, ou o de menor valor é chamado de diastólico, e corresponde à pressão no momento em que o coração está relaxado após uma contração.

Pressão máxima (Sistólica) e a mínima (Diastólica)

Não existe uma combinação ideal de medidas para se dizer qual é a pressão normal. 

O valor de 120/80 mmHg ou popularmente chamado = 12/8 é considerado ideal, porém existem variações dependentes da idade, largura do braço, postura.

O objetivo do teste de triagem neonatal é detectar se o bebê é suspeito de ser portador de alguma doenças investigadas através do teste.

Teste-do-pezinho-em casa -bh TESTE DO PEZINHO

O Teste do Pezinho é um exame realizado a partir de gotinhas de sangue do bebê colhidas em papel filtro especial, nos primeiros dias após o seu nascimento,  tem este nome porque o sangue é comumente colhido no calcanhar do recém-nascido, por ser uma parte do corpo rica em vasos sanguíneos e muito seguro para a coleta. O sangue também pode ser coletado através de punção venosa. O objetivo do teste de triagem neonatal é detectar se o bebê é suspeito de ser portador de alguma das doenças investigadas através do teste.

Um resultado positivo não significa que o bebê tenha a doença, indica apenas que existe a necessidade de continuar a investigação para excluir ou confirmar o diagnóstico.

Os testes de triagem neonatal favorecem a detecção precoce de diversas doenças possibilitando o tratamento específico, diminuição ou eliminação de danos irreversíveis para o bebê. O Teste do Pezinho normal não afasta a possibilidade de ocorrer deficiência mental ou comprometimento neurológico por outras causas, sejam elas genéticas ou adquiridas. Também não diagnostica alterações cromossômicas, como por exemplo, a Síndrome de Down.

Existem diversos tipos de testes de triagem neonatal, a diferença entre eles está na quantidade de doenças e condições pesquisadas em cada tipo de teste. Nos últimos anos, a maior revolução na triagem neonatal foi o surgimento da Espectrometria de Massas em Tandem, permitindo que várias condições sejam triadas em um único teste, em uma amostra de sangue coletada em papel filtro.

É importante consultar o Pediatra que acompanha o bebê sobre todas as doenças pesquisadas no Teste do Pezinho, pois a cada dia surgem novos testes e atualmente é possível pesquisar cerca de 50 doenças, dependendo do tipo de Teste do Pezinho solicitado.

TESTES DO PEZINHO

  • Fenilalanina (PKU)
  • 17-OH-Progesterona
  • IRT – Tripsina Imunorreativa
  • Hemoglobinas
  • Galactose
  • Biotinidase
  • Anticorpos IgM para Toxoplasma gondii
  • Triagem para Erros Inatos do Metabolismo (Aminoacidopatias – Distúrbios do Ciclo da Uréia – Acidemias Orgânicas – Defeitos da Beta Oxidação dos Ácidos Graxos)

A medição do PSA é o teste usado para diagnosticar hiperplasia benigna da próstata e possíveis alterações que sugiram doenças e câncer da próstata

TESTE  RÁPIDO PSA – Antígeno Prostático Específico

O Antígeno Prostático Específico (PSA) é uma substância produzida pelas células da próstata. Encontrado no sêmen, em pequena quantidade, também está presente no sangue. Os homens saudáveis, em sua maioria, têm níveis menores que 4 ng/ml de PSA no sangue. Conforme aumenta a quantidade, maior a possiblidade de desenvolver o câncer de próstata.

A medição do PSA é o teste usado para diagnosticar hiperplasia benigna da próstata e possíveis alterações que sugiram câncer de próstata, em homens que não apresentam sintomas da doença.  Em caso de alteração do PSA pelos testes rápidos, o médico pode sugerir a repetição do exame após determinado período ou a realização de biópsia da próstata, para concluir o diagnóstico.

Indicação

Os homens com mais de 40 anos devem fazer os exames preventivos uma vez por ano. Porém, aqueles com casos pregressos de câncer de próstata na família (pai e irmãos) devem procurar o urologista após os 40 anos de idade.

 

O exame

A medição do PSA, por meio teste rápido não requer preparo.

Fatores que podem alterar os níveis de PSA

  • Hiperplasia Prostática Benigna
  • Idade
  • Infecção ou inflamação da próstata
Share This